Por que seus colaboradores precisam de um mentor em tempo real?

Segundo a análise apresentada pela OVERLAP, Informe de Tendências 2017-2020, a incorporação de uma rede de especialistas em tempo real é uma das grandes decisões que as novas organizações empresariais devem tomar na era digital. Contar com uma equipe de mentores que assessorem e ensinem os colaboradores de uma empresa, a abordar determinadas decisões, de maneira ágil e acertada, será fundamental para melhorar a produtividade das empresas.

Entre as vantagens que o Relatório de Tendências 2017-2020 apresenta, cita o uso das redes de especialistas em tempo real : o que torna as operações comerciais mais ágil e eficiente, o que gerará estratégias e táticas de sucesso que podem ser aplicadas por todas as equipes e o que vai melhorar o fluxo de trabalho das organizações.

7 passos para criar uma rede de especialistas em tempo real

Uma rede de especialistas em tempo real é um conjunto de profissionais relevantes e com expertise que estão à disposição de uma empresa para ajudá-la na tomada de decisões e incrementar as habilidades e competência das equipes dessa organização.

Para que uma rede de especialistas em tempo real seja eficaz tem de ter em conta dois elementos chave: especialistas em gestão de reputação e o uso de tecnologia apropriada.

O Relatório de Tendências 2017-2020 elege os sete passos definidos por Steve Foreman, Presidente da Infomedia Designs e partner da OVERLAP, para a implementação de uma rede de especialistas em tempo real:

1.Definição das áreas estratégicas de expertise. Trata-se de fazer uma lista com as experiências e casos de sucesso que serão de ajuda para as equipes.

2.Identificação e sensibilização dos especialistas. . Uma vez priorizados os campos nos quais a organização quer trabalhar tem de escolher os mentores. Esta escolha pode ser de forma direta por parte da gerência, através de um comitê que escolha ou mediante a postulação dos próprios especialistas.

3.Definição de maneiras de capacitar, reconhecer e recompensar os especialistas. É necessário que a empresa incentive seus especialistas e valorize sua contribuição à empresa.

4.Outorgar aos especialistas capacidade de organização. É necessário que os especialistas tenham flexibilidade para colocar-se no lugar do “condutor”, isto é, para decidir quando e como querem ser abordados pelas equipes para resolver suas dúvidas..

5.Colocar à disposição uma plataforma para a interação /entre os especialistas. O uso das novas tecnologias será a ferramenta fundamental para que este sistema funcione e seja eficaz.

6.Criação de um modelo de reputação. Neste ponto a organização deve compartilhar toda a informação e conteúdo valiosos gerados pelo especialista para que sirvam de modelo tanto de forma interna como externa à organização.

7.Medição da atividade e o impacto. Para valorizar efetividade de sua rede de especialistas, uma empresa deve fazer um acompanhamento das ações realizadas pelos especialistas e a recepção que cada uma delas teve.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *