Os desafios do setor bancário para 2016

Os anos que começam sempre estão cheios de desafios. Qualquer pessoa ou qualquer empresa assume os erros dos anos anteriores, os êxitos e as experiências para consolidar os exercícios futuros. Neste sentido é importante conhecer os principais fenômenos que vão marcar a economia mundial, e que por consequência irão condicionar o futuro imediato das entidades financeiras do nosso país. Os analistas apontam as seguintes circunstâncias como chave para entender os desafios das quais enfrentam nossas empresas.

  • A queda dos preços das matérias primas e, em especial, a queda dos preços do petróleo. Veja que para muitas economias avançadas pode resultar em um fator positivo em um primeiro momento, mas para muitas economias emergentes está resultando em um fator negativo que tem reflexo na queda do PIB mundial. As principais economias afetadas neste sentido são Brasil e Rússia.
  • Maior valorização do dólar.
  • Volatilidade dos mercados financeiros.
  • Dificuldades adicionais no reajuste de China. A desaceleração do crescimento da China é o fator que mais preocupa, visto o peso da sua economia na escala mundial.

São três os grandes desafios marcados no encontro: a rentabilidade, o esforço regulatório e a transformação digital.

1.Rentabilidade:
1.1 Estratégia ofensiva. Tornar mais rentável ao cliente atual pelo vinculo, através de uma relação mais ampla e não tão focada na transação. Por outro lado, seguir melhorando a relação com o cliente através de novos canais.
Para que isso resulte em capital, é necessário desenvolver a capacidade nos executivos comerciais quanto a venda de valores e a venda de soluções.

A diversificação continua sendo uma aposta para que se possa seguir “ganhando a vida” com os serviços e os produtos fora do balanço, através de comissões.
Por último, a internacionalização continuará sendo uma estratégia nos principais players do setor bancário.

1.2 Estratégia ofensiva. Prezar pelos resultados via contenção de gastos, é outro passo fundamental para garantir a rentabilidade necessária. Neste sentido, são previstas novas medidas para ajustar o sobredimensionamento do setor (ajustes de escritórios e concentração do setor).

  1. O esforço regulatório:

O setor está preparando a chegada de uma nova “reviravolta” em termos de regulamentação. O novo marco regulatório irá exigir que as entidades invistam em tempo e recursos (Mifid, Basilea).

Ao mesmo tempo, em termos de regulamentação, o setor bancário se sente em condições inferiores diante ao “shadowing banking” e a possível aparição de novos players nativos digitais (Google, Apple) que não estão submetidos ao mesmo marco regulatório.

  1. Transformação digital:

Na transformação digital das entidades financeiras, apreciarão duas velocidades diferentes. Por um lado, um grupo de entidades que consideram a transformação digital como uma estratégia fundamental para seu desenvolvimento em curto prazo e por outro lado, uma série de entidades que enxergam a digitalização como um “complemento” a atividades nas sucursais. Os dois principais focos de desenvolvimento são:

3.1 Impulso a multicanalidade: Desenvolver os canais não tradicionais para serem mais completos e precisos, e ao mesmo tempo que seja coerente com a estratégia de experiência do cliente, fixada pela entidade. Neste sentido, é imprescindível que se desenvolva entre os funcionários de bancos, as competências digitais necessárias para o desempenho de suas funções.

3.2 Impulsionando o negócio nos escritórios. Algumas entidades estão utilizando o big data para impulsionar sua sistemática comercial com o objetivo de serem mais precisos na sua relação com o cliente. Nos próximos anos, o desenvolvimento da capacidade “analytics” dos que atuam no setor bancário será o mínimo para que se possa competir.

Você pode conhecer as soluções da Overlap para o setor de Finanças e Seguros através do seguinte link:

http://www.overlap.net/sectores/finanzas-y-seguros/bancos-y-cajas-de-ahorro

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *